>

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 

Holandes

O Gado Holandês, cuja origem e reconhecimento se devem ao seu potencial como raça produtora de leite, tem a sua história com registro antes da era cristã. Os historiadores admitem a sua existência há mais de 2.000 anos, descendendo diretamente dos bovinos Frísios e Batavos, que desde 300 anos AC povoavam as regiões do Norte dos atuais grandes rios Wall e Reno. A aptidão leiteira do Gado Holandês tem se confirmado ao longo deste século através de sua difusão por todos os continentes do globo terrestre.

Graças ao aparato científico e tecnológico, a performance produtiva da vaca holandesa sofreu no século passado, um incremento de proporções incríveis, o que faz considerar este animal, o mais cosmopolita dos animais domésticos existentes na terra. Não obstante ter sido submetido aos mais diversificados tipos de clima, temperatura, manejo e alimentação, o Gado Holandês nunca perdeu a sua característica de ser considerado “A RAÇA QUE MAIS PRODUZ LEITE NO MUNDO”.

Este fato pode ser comprovado analisando o panorama mundial da pecuária leiteira, e principalmente do continente europeu e norte-americano, que apontam a auto-suficiência alcançada em produção de leite, inclusive com o retorno de divisas econômicas significativas para os países exportadores. A responsabilidade pelo incremento conquistados por estes países exportadores deve ser atribuída, indubitavelmente, à Vaca Holandesa e à tecnologia colocada à disposição dos criadores.

A raça holandesa apresenta pelagem branca e preta ou branca e vermelha. Seu úbere possui grande capacidade e boa conformação. As novilhas podem ter sua primeira cria por volta dos dois anos de idade. Os bezerros nascem com 38 kg em média.